Elogios não me elevam, ofensas não me rebaixam, sou o que sou e não o que acham. Não sou de cá...mas vim para ficar. Esta é a minha terra do coração. Divirtam-se e apareçam por aqui....ROXA.

18
Abr 07
Numa prova de entrada para a Universidade...
Questão : Interpretar o seguinte trecho de poema de Camões:
Numa prova de entrada para a Universidade...
Questão : Interpretar o seguinte trecho de poema de Camões:

"Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói e não se sente,
é um contentamento descontente,
dor que desatina sem doer".

Uma aluna deu a sua interpretação:

"Ah! Camões, se vivesses hoje em dia,
tomarias uns antipiréticos,
uns quantos analgésicos
e Prozac para a depressão.

Comprarias um computador,
consultarias a Internet
e descobririas que essas dores que sentias,
esses calores que te abrasavam,
essas mudanças de humor repentinas,
esses desatinos sem nexo,
não eram feridas de amor,
mas somente falta de sexo!"

Teve nota máxima. Foi a primeira vez, depois de mais de 500 anos, que
alguém entendeu qual era a ideia do Camões...


publicado por roxa1 às 17:42

 

 

 

 

 

 

 

publicado por roxa1 às 13:20

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por roxa1 às 13:14

Artigo copiado do Jornal de Notícias de 6 de Abril.Autor:Manuel António Pina, em "Por outras palavras". Título:Conselhos aos docentes. "Até ao fim do 2º período, ou seja, em 121 dias de aula, foram agredidos 157 professores nas escolas portuguesas, mais de um por dia. E, no período de avaliações e notas anterior às férias da Páscoa, a média disparou para dois por dia.Os números são da Linha SOS Professor, mas a ministra continua a dizer que se trata de casos "pontuais"(e na verdade, muitos professores acabaram no hospital, tendo sido suturados com número indeterminado de "pontos"). A culpa é, obviamente, dos próprios professores, que, apesar das instruções do Ministério para que se acabe com o insucesso escolar, continuam a dar más notas. E, pior, a dar os programas. Fossem eles tão avisados como os seus colegas ingleses, que (veio agora no "Daily Mail", citando um estudo governamental)deixaram de falar do Holocausto e das Cruzadas nas aulas com medo dos alunos muçulmanos, e adaptariam os programas aos interesses dominantes de grande parte dos alunos das nossas escolas públicas:futebol e toques de telemóvel. A Matemática, o Português, a História, a Física, etc, seriam dados só em colégios privados. Para que é que um futuro desempregado precisa de saber Matemática ou Física? Se vier mais tarde a precisar de um diploma, poderá depois obtê-lo na Universidade Independente."
publicado por roxa1 às 12:51

Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

17
19
21

22
24
25



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO